Frio afasta doadores e provoca queda nos estoques de sangue O negativo e O positivo

Frio afasta doadores e provoca queda nos estoques de sangue O negativo e O positivo
Foto: Agência Brasil

As baixas temperaturas têm provocado a redução no número de doadores de sangue no Hemocentro Coordenador de Mato Grosso do Sul e nas unidades do Hemosul no interior do Estado.  

Na manhã desta quarta-feira (27.5) a instituição da Capital contava com apenas 25% do estoque de sangue O negativo e 45% de O positivo, que são os tipos mais utilizados nas unidades hospitalares do Estado.

Voluntários com outros tipos de sangue também são bem-vindos, pois as doações são utilizadas para produção de plaquetas que possuem durabilidade média de 5 dias. A principal função das plaquetas está relacionada à formação de coágulos e auxiliam na defesa do organismo.

Para doar, é necessário ter em mãos documento oficial com foto, estar bem alimentado e bem de saúde, ter mais de 55 quilos, e ter idade entre 16 e 69 anos. Doadores que tenham entre 16 e 17 anos, precisam estar acompanhados dos pais ou responsável legal.

O Hemosul fica na avenida Fernando Correa da Costa, 1304, no centro de Campo Grande, e atende de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h, e aos sábados, das 7h às 12h.

A demanda espontânea, de quem vai diretamente ao hemocentro, está sendo atendida normalmente, mas também é possível fazer o agendamento para evitar aglomeração e prevenir o contágio do novo coronavírus. As doações programadas possibilitam o planejamento e manutenção dos estoques.

Em Campo Grande, os telefones são: (67) 3312-1516 e (67) 3312-1529. Foi disponibilizado ainda o número (67) 99298-6316, exclusivamente para mensagens por whatsapp. Já no interior do Estado, é possível agendar a doação nos telefones fixos de cada unidade. Confira aqui horários e endereços das unidades do interior do Estado. 

Entre as medidas de prevenção a Covid-19, o Hemocentro recomenda que os voluntários compareçam às unidades usando máscaras de proteção.