Professores e adultos, entre 55 a 59 anos já podem se vacinar contra a gripe a partir desta segunda

Professores e adultos, entre 55 a 59 anos já podem se vacinar contra a gripe a partir desta segunda

A segunda etapa da terceira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe tem início nesta segunda-feira (18) e segue até o dia 5 de junho. Nela são incluídos professores de escolas públicas e privadas, e adultos de 55 a 59 anos. A meta é  vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários.

Devido à pandemia do coronavírus (Covid-19), neste ano a terceira etapa da campanha foi dividida em duas fases. A primeira tinha como público-alvo pessoas com deficiência, crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes e mães no pós-parto até 45 dias.

De acordo com um balanço parcial do Serviço de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), até o momento 59,93% do grupo prioritário foi vacinado contra a influenza, o que corresponde a um total de 151.396 pessoas imunizadas.

Somente nesta segunda etapa da terceira fase da campanha devem ser vacinados aproximadamente 44,6 mil pessoas, sendo 9.448 professores e 35.239 adultos de 55 a 59 anos.  A meta é imunizar ao todo 252.612 pessoas, considerando todos os públicos preconizados pelo Ministério da Saude.

A superintendente de Vigilância em Saúde da Sesau, Veruska Lahdo, explica que mesmo com a inclusão de novos públicos, as pessoas pertencentes as primeiras fases da campanha podem procurar uma das 71 unidades básicas e de saúde da família para se imuzinar.

“É importante destacar que a campanha vai até o dia 5 de junho e é fundamental que a pessoa que ainda não se imunizou procure uma unidade de saúde mais próxima.  A vacinação é a única forma de se prevenir”, completou.

Em Campo Grande, a cobertura ultrapassou a meta de 90% para três públicos:  trabalhadores da saúde com 113,97%, o que representa 26.341 pessoas vacinadas; idosos acima de 60 anos, com 113,23%, o que representa 90.672 pessoas vacinadas  e a população privada de liberdade, com 259%, sendo 6.251 vacinados.

A procura ainda está baixa entre crianças menores de 6 anos, gestantes, puérperas e pessoas com comorbidade.

PMCG